Reações da superfície

Esta pode resultar de trauma persistente e infecção crônica e em particular da infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV). O quadro histológico é de hiperqueratose, com células escamosas queratinizadas anucleadas ou paraqueratose, quando são vistas células queratinizadas com núcleos picnóticos degenerados.

Reação de superfície deste tipo pode ser inespecífica e benigna, ou associada com infecção por HPV mas, em ambos os casos, a espessura das camadas protetoras pode impedir esfoliação de células anormais subjacentes. Persistência desses achados produz investigações adicionais pela colposcopia e biópsia dirigida.

Clique para ampliar

79. Células em fibras. Este campo mostra células em fibras alongadas, que é uma maneira na qual a reação da superfície pode apresentar-se no esfregaço cervical. (X 160)

Clique para ampliar

80. Pólipo cervical infectado. Em grande aumento células em fibra semelhantes, mostrando nucléolos proeminentes, são vistas na superfície de um grupo firme de células. Esta paciente tinha um pólipo cervical infectado benigno com foco de tecido de granulação. (X 250).

Clique para ampliar

81. Células disquertóticas (paraqueratose). Este campo mostra uma placa de células queratinizadas com núcleos picnóticos grandes e degenerados. Células escamosas mostrando núcleos pálidos, aumentados, também estão presentes. Este quadro poderia refletir infecção por HPV, mas neste caso foi resultado do trauma de um grande pólipo cervical presente no intróito. (X 250)

Clique para ampliar

82. Pérola córnea. Pérolas córneas são normalmente benignas e resultam de escarificação de uma cripta aberta a qual foi bloqueada por metaplasia escamosa. Elas podem também refletir um simples nódulo epitelial no epitélio escamoso original. Nestes casos a cromatina nuclear parece benigna, como neste campo. (X 160)

Clique para ampliar

83. Pérola córnea disqueratótica. Esta figura é introduzida por comparação com 82. Pode ser visto que o citoplasma é queratinizado e os núcleos são hipercromáticos e pleomóficos. Esta aparência é mais comumente associada com doenças latentes tal como queratose verrucosa. (x 120)

Imprimir
[Voltar]