Exemplos de casos com adenocarcinoma da cérvix
15 de fevereiro de 2009 | Autor:

Existem três tipos principais de adenocarcinoma da cérvix. O padrão do tumor pode ser endocervical, endometrial ou de células claras (mesonefróide).

Caso 1:

236 Células malignas pobremente diferenciadas. Grupamentos de células malignas pobremente diferenciadas são vistas neste campo. (x 250)

237 Células malignas pobremente diferenciadas. Em aumento muito maior o citoplasma é visto e parece ser do tipo endocervical. (x 620)

238 Adenocarcinoma da cérvix: biópsia cervical. É interessante que cortes da cérvix mostram um tumor pobremente diferenciado do tipo de células claras (mesonefróide). (H & E, x 62)

Caso 2: Adenocarcinoma da cérvix células claras

239 Células malignas. Este esfregaço foi tirado de uma mulher de 24 anos de idade. Mostra um quadro pleomórfico de células malignas do tipo células claras. (x 250)

240 Adenocarcinoma da cérvix: colposcopia. Em aumento muito maior o tumor pode ser visto em uma saliência do colo. Note o padrão vascular irregular (solução salina). (x 40)

241 Adenocarcinoma da cérvix: histerectomia Wertheim. Cortes mostram um adenocarcinoma do tipo mesonefróide. Uma glândula mostra uma forma de prego. (H & E, x 62)

Caso 3: Adenocarcinoma – tipo endocervical

242 Células colunares endocervicais malignas. Será visto em pequeno aumento o fragmento de tecido que se assemelha à aparência que seria encontrada nas células colunares endocervicais reativas. (x 62)

243 Células coadunares endocervicais malignas. Em maior aumento pode ser visto que o núcleo apresenta bom critério de malignidade (compare com 78). Este diagnóstico foi confirmado em corte de tecido. (x 250)

[Voltar]

Categoria: Citologia