Exemplos de citologia heterogênica

As alterações celulares apresentadas nesta secção são causadas por terapia. Será notado que há semelhança na aparência das células causada por diferentes formas de tratamento, como em todos os casos, teria ocorrido distúrbio básico no metabolismo celular. Células muito grandes (macrocitose) e formas celulares bizarras são características são vistas em mulheres com deficiência de ácido fólico onde há alterações no metabolismo de DNA (von Niekerk, 1966) sendo uma provável etiologia comum.

113. Efeito da radiação. Alterações celulares bizarras são comuns por muitos anos após radioterapia. Este campo contém macrófagos e uma célula está coberta compactamente por polimorfos degenerados (compare com a lâmina 56). (X 62)

114. Efeito da radiação. Este campo mostra uma forma de célula bizarra, provavelmente causada por aliteração da divisão celular normal. (X 62)

115. Efeito da radiação X malignidade. Alterações celulares ilustradas nas imagens 113 e 114 não apresentam problemas no diagnóstico, mas quando o esfregaço controle é colhido logo após a radioterapia pode ser difícil distinguir tumor recorrente ao efeito radioativo. Este campo mostra um agrupamento com aspecto acinar, em uma mulher tratada devido à um carcinoma de célula escamosa do colo uterino seis meses antes. Clinicamente, os achados causaram suspeita de recorrência, mas o quadro citológico seria mais sugestivo de um adenocarcinoma. Contudo a presença de anéis concêntricos no citoplasma é realmente um fenômeno de células escamosas e isto foi confirmado pela biópsia, a qual mostrou alterações radioativas em tecido de granulação, sem evidências de neoplasia residual ou recorrente. (X 250)

116. Célula maligna acrescida de efeito de radiação. Este quadro é incluído para comparação. É de novo uma questão de recorrência de carcinoma de célula escamosa da cérvix seguido à radioterapia. Neste campo uma célula escamosa maligna é vista com um macrócito vacuolado. (X 400)

117. Drogas citotóxicas. Notar as alterações similares vistas neste esfregaço, feito de uma mulher que tinha recebido fármacos para tratamento de leucemia. (X 125)

118. Drogas citotóxicas. Este é outro exemplo de esfregaço cervical colhido de mulher recebendo tratamento antileucêmico. Neste campo as células afetadas são do tipo parabasal. Notar o citoplasma espumoso dentro de uma borda citoplasmática bem definida e o núcleo granular. (X 125)

119. Efeito de cauterização com nitrato de prata na cérvix. Macrocitose e formas celulares bizarras são também vistas após lesão do tecido após cautério, diatermia e laser. Este exemplo é visto no esfregaço cervical colhido de uma mulher seis meses após cauterização da cérvix com nitrato de prata. Neste campo há macrocitose de células parabasais. (X 250)

120. Biópsia colposcópica. Devido às anormalidades citológicas, a mulher foi examinada colposcopicamente e a biópsia mostrou uma hiperplasia reativa muito acentuada do epitélio metaplásico. (H&E, X 62)

[Voltar]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *